domingo, 25 de abril de 2010

Happy hour de aniversário

Como diz aí em cima, no texto de abertura do blog, tenho um imenso prazer em receber as pessoas queridas aqui em casa. As comemorações do aniversário do maridão já viraram tradição. Mas este ano, empolgada com o blog, disse a ele que o buffet da festa seria inteiramente do Quitutes Gourmet.

Para montar o menu do happy hour, eu queria sair da mesmice da tábua de frios e dos salgadinhos que, aliás, se não forem fritos na hora, podem ficar imprestáveis. Ninguém merece comer coxinha gelada, por melhor que ela seja.

Eu também queria oferecer opções mais saudáveis, e sem carne, para atender todos os gostos. Optei por petiscos na base do “finger food”, todos individuais, espetados em palitinhos. Muito mais fácil para o pessoal se servir, montando os pratinhos e levando às mesas.

Depois de quebrar a cabeça, decidi fazer cinco tipos de tira-gosto (espetinho de tomatinho italiano com queijo minas ao pistou de manjericão; tortilla; torradinha de pão árabe com babaganouch; espetinho de chicken tikka masala e espetinho de hambúrguer), mais um escondidinho de boeuf bourguignon com purê de batata para dar aquela “forrada”, e o famoso Bolo de aniversário, de chocolate com recheio de morangos e chantilly, que já foi postado aqui no blog. Como era muita gente, dobrei a receita do bolo.




Para executar o menu, comecei os trabalhos na cozinha no domingo, e só parei na terça, pouco antes da festa começar. Afinal, a previsão era que receberíamos 50 pessoas, que acabaram se transformando em 80. É claro que contei com ajudas valiosas: a minha irmã e a minha faxineira embarcaram neste desafio, e conseguimos concluir tudo a tempo.

Trabalho deu, mas valeu a pena. O sucesso não poderia ter sido maior: não sobrou NADA para contar história, e não foi porque faltou comida. As receitas seguem nos próximos posts.

2 comentários:

Rita Lopes disse...

clarinha, parabéns! ficou tudo muito lindo e, com certeza, gostoso. pena que, como vc disse, não sobrou NADA! rsrsrsrsr.....

Clara Bello disse...

Rsrsrs. Obrigada, Ritinha!

Postar um comentário

Postar um comentário